Receba atualizações por Email

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Os professores da rede estadual de Minas Gerais estão em greve há 98 dias. Por quê?

Zeca Junqueira

A Constituição de 1988 determinou como forma de remuneração da educação um piso salarial nacional para os professores da rede pública.
A Lei Federal, prevista para regulamentar esse piso, foi promulgada em 16 de julho de 2008. Esse ano o valor do piso é de R$ 1.187,00.
Durante três anos a Lei ficou aguardando a sua aplicação plena tendo em vista um pedido de inconstitucionalidade existente no Supremo Tribunal Federal. Em abril deste ano, o STF julgou constitucional, em sua totalidade, a Lei do Piso, publicando sua decisão no último dia 24 de agosto.
Durante o período de transição entre o julgamento da ação de inconstitucionalidade e a publicação do acórdão, os governadores e prefeitos criaram mecanismos lesivos aos professores e retiraram dos contra-cheques as suas vantagens.
Em Minas Gerais, a partir de janeiro de 2011, foi estabelecido o pagamento na forma de subsídio, fruto de uma lei inconstitucional, de autoria do Executivo Estadual. O governo mineiro definiu PISO SALARIAL como remuneração global e bastou isso para os deputados aprovarem a Lei que retirou os direitos dos professores.
A mesma falácia, definir piso como remuneração global, serviu de base para o governo de Minas alegar o pagamento a mais de 57% acima do determinado na Lei 11738.
A verdade veio à tona no último dia 24 de agosto, quando o Diário do Judiciário publicou o acórdão relativo à ação de inconstitucionalidade, esclarecendo o seguinte: “É constitucional a norma geral que fixou o piso dos professores do ensino médio com base no vencimento, e não na remuneração global”. Mas até agora, nada mudou, e a greve continua.

Enquanto isso, na Coréia do Sul...

Os melhores alunos do mundo. Não são superdotados. Deram a sorte de estar na melhor escola do país que tem o melhor ensino básico do planeta. Por fora, a escola não tem nada de mais: 1,3 mil alunos, 35 por classe. Veja o que faz diferença:

A senhora Park tem mestrado em Educação, como a maioria dos professores sul coreanos.

São oito horas por dia na escola. Todos têm notas acima de oito. O segredo é nunca permitir que o aluno passe um dia sem entender a lição, diz a professora, que ganha o equivalente a R$ 10,5 mil por mês, que é a média na Coréia, onde os professores precisam ter curso superior e são atualizados e avaliados a cada dois anos. Se o aluno não aprende, o professor é reprovado.

Tudo isso num país que nos anos 50 estava destruído por uma guerra civil que dividiu a Coréia ao meio, deixou um milhão de mortos e a maior parte da população na miséria. Um em cada três coreanos era analfabeto. Hoje, oito em cada dez chegam à universidade.

A virada começou com uma lei que tornou o ensino básico prioridade. Os recursos foram concentrados nos primeiros oito anos de estudo, tornados obrigatórios e gratuitos, como são até hoje. O ensino médio tem 50% de escolas privadas e as faculdades são todas pagas, mesmo as públicas. Bons alunos têm bolsa de estudos e o governo incentiva pesquisas estratégicas.

O fato é que logo depois da reforma da Educação, a economia da Coréia começou a crescer rápido, em média 9% ao ano durante mais de três décadas. E hoje, graças à multidão de cientistas que o país forma todos os anos, a Coréia está pronta para entrar no primeiro mundo, tendo como cartão de visitas uma incrível capacidade de inovação tecnológica. Desde a área de computação até na genética.

Nos laboratórios onde lideram pesquisas de clonagem terapêutica, nas grandes corporações que espalharam marcas coreanas no mercado mundial de eletrônicos e de automóveis, aparece a revolução econômica que começou em casa.

“O segredo é a família, com pais comprometidos os alunos ficam motivados e os professores entusiasmados”, fala uma professora. Foi a paixão pela Educação que fez a Coréia crescer”, concorda um pai, que como a média dos coreanos gasta 20% da renda familiar em cursos extracurriculares para reforçar o ensino.

P.S.
Há uma citação na Coréia do Sul que diz: “Não ouse pisar nem na sombra de um professor”. Evidentemente, ela não vale para o Brasil.  

Fonte: jornalnacional.globo.com

10 comentários:

Carlos Roberto disse...

greve de professores sempre existira é a classe que nunca esta satisfeita sempre querem mais,é por isso que dificilmente um aluno da rede publica sem não fazer um cursinho passa na universidade federal.MUDANDO DE ASSUNTO; Alfredo Loureiro vem como vereador do lado do William,seja bem vindo.

Buldogue disse...

Prezados Blogueiros, bom dia!
Foi muito oportuna esta matéria, pois, compara o valor da "educação" que se dá no Brasil, com outros países. Isso tem que nos fazer refletir!
Tenho certeza de que uma paralização não é boa para ninguém. Porém, se quisermos que nossos filhos e as futuras gerações tenham um ensino de qualidade e, nosso país cresça e desenvolva-se, é necessário que a população apoie a reivindicação da categoria (Professores e demais agentes da educação), bem como o movimento de greve, porque esta é, ainda, a única ferramenta disponível para que as autoridades percebem e ficam "descontentes"!
Para se ter aumento na categoria da política (Senadores, Deputados e Vereadores), simplesmente se reunem e votam, dentro da legalidade, é claro. Neste caso, não se recorrem ao Judiciário. Por que, quando o Judiciário já julgou procedente e legal as reivindicações dos Professores não se cumprem a lei!?
Queridos e respeitados (pelo menos por mim) Professores, dentro da legalidade, podem contar com a minha compreensão e apoio ao movimento de vocês, porque sei reconhecer o valor que vocês merecem, pois, tenho uma filha e vivo em Cataguases e no Brasil, aos quais desejo um futuro brilhante e, sem vocês, sem medo de errar, nunca alcançaremos!!!

Carlos Magno "Maguinho" disse...

Essa Materia e de muita importancia e deve sim ser cumprido o PISO NACIONAL.

Carlos Ferreira disse...

Ambulância capota na BR-267
Veículo estava com 6 ocupantes; apesar do susto, ninguém sofreu ferimentos graves
Uma ambulância do município de Cataguases com seis ocupantes capotou, na tarde desta quarta-feira (14), e caiu em um barranco, quando transitava pelo km 83 da BR-267, no trecho entre Juiz de Fora e Bicas. As vítimas foram encaminhadas pelo Corpo de Bombeiros com ferimentos leves para o Hospital de Pronto Socorro (HPS). De acordo com o sargento da corporação, Geraldo Silvino, o condutor do veículo, 53 anos, contou que a ambulância havia saído do Hospital Universitário com um paciente e três acompanhantes e seguia sentido Cataguases. Quando descia a serra do Bairro Floresta, Zona Sudeste, ouviu um barulho estranho ao fazer uma curva, momento que o veículo teria perdido o controle direcional e começado a capotar, saindo da pista e caindo em um barranco. Conforme os bombeiros, há a hipótese que de a barra de direção da ambulância tenha se partido.

Um enfermeiro, 35, que acompanhava o paciente da ambulância, relatou que, após o automóvel parar em meio a um matagal, ele conseguiu sair do veículo por um dos lados que ficou danificado pelo impacto com o solo. "Foi assustador, mas graças a Deus não sofremos ferimentos graves. Depois que sai da ambulância, ainda prestei assistência às vítimas", contou o profissional que nada sofreu. O cabo da Polícia Militar Wellington Mendonça passou pelo local poucos minutos após o acidente. Ele não estava a trabalho, mas parou prestar ajuda antes da chegada das equipes de resgate. "Quando vi o que tinha acontecido, parei para ajudar as pessoas e para sinalizar a rodovia, a fim de evitar outro acidente".
Fonte: www.tribunademinas.com.br

PATACHOCA disse...

VEREADOR PEQUENO FINGE DE PT PRA CONSEGUIR ELEGER A VEREADOR.
PT SEMPRE DEFENDEU OS POBRES E O PEQUENO É CONTRA OS POBRES. EU ESTAA DISCUTINDO COM O ROSELT PIRES SOBRE O TERRENO QUE A PREFEITURA INVADIU SEM INDENIZAR AOS PROPRIETARIOS E O PEQUENO CHEGOU ALEGANDO QUE O TERRENO NÃO É DA CARMINHA E ATÉ INVENTANDO UM NOME DE UM DONO FANTASMA. O PEQUENO SE QUER FAZER MEDIA COM O PREFEITO QUE CONSIGA OUTRO JEITO. EU COMPREI ESTA BRIGA E O PREFEITO VAI TER QUE DAR OUTRO TERRENO A CARMINHA. O PREFEITO ALEGA QUE VAI DAR O TERRENO A CARMINHA EM PERMUTA AO QUE FOI INVADIDO. O PROCURADOR ALEGA QUE NÃO PODE PORQUE O TERRENO NÃO É DA CARMINHA. EU ESTOU DE POSSE DO INVENTARIO FEITO POR UM JUIZ E O PODER ADMINISTRATIVO TENTANDO PASSAR POR CIMA DO PODER JUDICIARIO. O ROSELVELT ENTENDE POUCO DE LEIS E VAI COLOCAR O PREFEITO EM MÁ SITUAÇÃO. SE O CASO IR PRA JUSTIÇA VAI SER DOIS PROCESSOS, UM CONTRA A PREFEITURA E OUTRO CONTRA O PROCURADOR E O PREFEITO POR ABUSO DE PODER NÃO RECONHECENDO UM INVENTARIO FEITO PELO JUIZ. O ROSEVELT VEM FAZENDO DE TUDO PARA EU SER OPOSIÇÃO E CHEGOU A DIZER QUE EU SOU OPOSIÇÃO PORQUE APOIO O MARCO ANTONIO. RESPONDI NÃO, EU USO O DIREITO DEMOCRATICO DE APOIAR OU VOTAR EM QUEM EU QUIZER. QUANDO EU VIRAR OPOSIÇÃO EU VOU É DETONAR O PREFEITO NO JORNAL E O JORNAL TEM CREDIBILIDADE. A BOLA QUE O SOUZA MENDONÇA ENCHE DURANTE OS 04 ANOS EU ESVAZIO COM DUAS EDIÇÕES DO JORNAL. MAIS PARESSE QUE O PREFEITO NÃO MERESSE, MAIS O ROSELVELTE PARESSE QUE QUER ASSIM
PELA ULTIMA VEZ VOU PROCURAR O PREFEITO, POIS NÃO QUERO TOMAR DESCISÕES BASEADAS NAS PALAVRAS DO PROCURADOR QUE VEM PREJUDICANDO O PREFEITO. O ROSELVELTE JA TOMOU LINHAS DE ONIBUS DA BONANÇA E DISSERAM QUE DERAM DE GRAÇA PARA O LÉO. JA TOMOU UM PONTO DE TAXI E DEU PARA O RAIMUNDO DA TAQUARA PRETA. PARESSE QUE O PREFEITO VAI DEVOLVER O PONTO A VERDADEIRA DONA DO PONTO. JA PREJUDICOU OS CAMELÔS QUE ESTÃO PUTERMOS COM O PREFEITO. AGORA O ROSVELTE ORIENTA O PREFEITO NESTA INVASÃO DE TERRA.
FALEI COM O ROSVELTE QUE COM ELE DE PROCURADOR O PREFEITO VAI PERDER AS ELEIÇÕES COM GRANDE MARGEM DE VOTOS.
AGORA O PEQUENO PUXA SACO DANDO RAZÃO A ESTES INVASORES ISTO PORQUE O PEQUENO É DA TURMA DO SEM TERRA.

Beto disse...

PSB nas mãos dos Braz e dos Peixotos em Cataguases, com Marco Antonio "PRESIDENTE" e Guilherme Lemos "VICE PRESIDENTE", Patachoca tá rindo á toa!!!

Fernando silva disse...

ATENÇÃO é preciso que as pessoas que recebem bolsa escola e bolsa familia a prefeitura tem que cadastrar novamente,existe varias pessoas que recebem mais de dois salarios tem dois filhos e continua recebendo.Fiz uma denuncia a pouco tempo direto no bolsa familia e não deu em nada.Outras que precisam não recebem nada,Patachoca vou mandar para voce varias pessoas que recebem e não podem receber e voce vera,tem até guarda de transportadora de valores que gfanham acima de 1.500.00 e recebem,

Paulo Roberto disse...

Uma pena,o blog estar acabando,como tudo em Kta.

Silvano Silva de Oliveira disse...

Edson,
Ouvi dizer que o Blog está censurado por causa do Radialista Gomes que se ofendeu com as críticas feitas a ele neste Blog, é verdade?

Silvano Silva de Oliveira.
Granjaria

Fernando Silva disse...

Minas Inova em tudo!.Para 2012 Chapa Única.

PSB vai buscar alianças para fortalecer Marcio Lacerda nas eleições de 2012

Juliana Cipriani -

Patrícia Scofield -

Publicação: 17/09/2011 13:36 Atualização: 17/09/2011 13:45

O PSB municipal pretende repetir e ampliar a aliança entre PT e PSDB que elegeu Marcio Lacerda como prefeito de Belo Horizonte em 2008. Durante o congresso da sigla, realizado na manhã deste sábado, na Assembleia Legislativa, oficializou-se o apoio institucional à reeleição de Lacerda. De acordo com o presidente municipal do PSB, João Marcos Lobo, o trabalho será ampliar o leque de aliados.


As conversas estão abertas até mesmo com o PMDB, que tem como pré-candidato o deputado federal Leonardo Quintão. “Se eles desistirem de ter candidato, é possível”, afirmou o dirigente. De dois vereadores eleitos com voto de legenda, o PSB pretende passar a três em 2012.

Saiba mais...
PT barra tucanos na aliança para eleições em BH Tucanos fazem pressão em Belo Horizonte
No encontro com militantes, dirigentes e pré-candidatos a vereador, o prefeito de Belo Horizonte pediu empenho do partido pela sua reeleição e defendeu a coligação formal com aliados. “A população apoiou a aliança de 2008, que tem funcionado bem. Não há disputas insuperáveis e todos estão empenhados em cumprir os objetivos”, afirmou.