Receba atualizações por Email

domingo, 27 de novembro de 2011

PELA CULTURA DAS ENCHENTES

Washington Magalhães


Temos assistido nesses últimos dias a uma quase contínua chuvinha que lentamente vai encharcando o solo e causando um aumento do nível do leito dos rios. Principalmente o maior deles que é o Pomba. Chuvinha fina e constante que modifica a vida de muita gente. Modifica o visual da cidade quando a maioria dos pedestres é obrigada a usar guarda-chuva e até mesmo algum agasalho.
Pela Ponte Nova o pedestre tem que ficar esperto, já que são diversas as poças d'água e os motoristas, - nem todos - parecem se divertir jogando água na população. São coisas dos tempos de chuva. Enquanto isso acontece nas pontes as populações ribeirinhas começam a prestar mais atenção no nível da água, se preparando para as já costumeiras retiradas.


SOLIDARIEDADE
 É tempo de correria, de ajuda mútua, de solidariedade. Móveis começam a ser colocados nas calçadas e guardados em algum lugar mais alto. Sem uma previsão científica a subida do nível da água fica entregue à experiência que um ou outro tem de enchentes. E, na maioria das vezes, esses empíricos erram. É quando a população perde móveis, roupas, alimentos, e todos os demais pertences de uma residência.
Mas o que mais intriga é saber que as enchentes são constantes nessa época e parece sempre pegar de surpresa os moradores de áreas atingidas. Se vai ter enchente por que não contar com recursos para enfrentá-la?
Em países onde cai neve todos já têm suas correntes para pôr nas rodas dos carros para encarar as estradas, pás para retirar gelo acumulado nas portas das casas, estoque de alimentos e água potável etc.
Em regiões secas também se tomam medidas preventivas já antevendo os diversos tipos de problemas. Mas por aqui, não. Parece que todos acreditam que no próximo ano não haverá enchente.


AÇÕES
Já era tempo das associações de moradores dos bairros disporem de uma cartilha que desse as informações básicas para essas ocasiões. Uma cartilha que orientasse as crianças (e também os adultos) que aquela água suja contém uma infinidade de micróbios e que esses micróbios podem causar inúmeras doenças. É bom saber que os micróbios absorvidos pelo corpo quando se pisa nessas águas sujas só vão se manifestar meses depois, em forma de doenças quase desconhecidas para a época em que aparecem.
Nas sedes dessas entidades já deveria ter numa geladeira algum tipo de vacina contra essas doenças.
 Cada associação deveria orientar para que os moradores usassem botas de cano alto quando fossem pisar nessas águas.
Essas entidades deveriam ter também uma mangueira de jato e outra de sucção para a limpeza das casas logo após o abaixamento do nível da água.
 Os moradores deveriam ser orientados para que quando construíssem suas casas nessas regiões alagáveis substituíssem ao máximo os móveis de madeira por móveis de alvenaria. Camas, armários de cozinha, guarda-roupas, e tudo que fosse possível ser transformado em peças de alvenaria seria fundamental para quem mora à beira de rios que transbordam.


PODER PÚBLICO
Para o Poder Público (leia-se Defesa Civil da Prefeitura) o trabalho deveria começar bem antes da chegada das chuvas. Através das secretarias municipais as orientações deveriam ser iniciadas bem antes. Também a aquisição de barcos deveria ser concretizada. Não basta um só barquinho para essas ocasiões. É necessário mais de um veículo desse tipo para atender a população não só dos bairros como também dos distritos, regiões do município que quase sempre são as últimas a serem atendidas.
Até mesmo um jetski poderia ser adquirido pela municipalidade para essas horas mais críticas.


CULTURA DE ENCHENTES
Falta uma cultura de enchente na cidade. Devemos lembrar sempre que as cheias dos rios fazem parte da história de Cataguases. Não podemos ficar parados e achando que enchentes maiores, como as de 1979 e de 2008, só acontecem de 30 em 30 anos. Não. As de menores dimensões também causam estragos, prejuízos, doenças e mortes.
Outra coisa é ter representantes da população com capacidade jurídica e técnica para fiscalizarem essas PCH e represas que ficam nas partes mais altas do Rio Pomba e de seus afluentes. O que se comenta todos os anos é que o controle dos níveis das águas é feito sistematicamente, mas nem sempre essas informações chegam a tempo da população tomar suas providências.
A cultura das enchentes ainda não é realidade entre nós. Ninguém acredita que no próximo ano haverá chuvas e transbordamento dos rios. Mesmo porque em tempos de seca é preciso também pensar nas enchentes. Ela vem junto com o Natal, com o 13º salário, com as férias. Mas sempre vem. Portanto ...

4 comentários:

beto pavão disse...

Alguém pode chamar a policia,acabei de pegar a minha conta de água e a nossa companhia de abastecimento caprichou mesmo, sem pena e sem dó. Ainda não estou inteirado do real valor que será cobrado por essa companhia para os serviços posteriormente prestados por ela,ouvir falar que seria algo em torno de 40%,mas acho fui sorteado pois a minha conta veio com um aumento de 45%,penso que não é nada pessoal,deve ser ``apenas´´um erro da copasa, como foi erro dos poderes legislativo e executivo de nossa cidade aprovarem tal lei.Fica ai o meu alerta para a população cataguasense,não deixem de somarem as suas contas peguem a calculadora e mãos a obra,pois a copasa não esta errada não,errado é que apoia ela.

Jorge disse...

Parabéns vereadores a conta da copasa e de vocês!!!

Augusto Silva disse...

O aumento é de quarenta e cinco porcento mesmo,e não adianta berrar porque vai ter que pagar.Os vereadores tem culpa sim,mas se não votassem perderiam as regalias impostas pela administração.Quando eles não estiverem mais na camara ai verão a merda que fizeram,pois com salario altissimo que tem um vereador mais 45 e menos 45 por cento em suas contas de aguas não dá nem para sentir no salario.Ano que vem esta ai,vejam o que é melhor para suas familias;Os vereadores votaram,mas quem assinou o contrato foi a prefeitura.Podem esperar daqui a algum tempo vai para 75 por cento e depois da obra 100 por cento.Feliz natal para todos,papai noel william já mandou o presente.

A conta de sete vereadores mais do prefeito e vice!!! disse...

Mais uma vez, a indignação da população por estar recebendo da Copasa, junto com a conta de água, a tarifa de esgoto(45%) do valor para pagamento antecipado;